LITURGIA – DOMINGO IV DO TEMPO COMUM 31/01/16

EVANGELHO Lucas 4, 21-30  «Como Elias e Eliseu, Jesus não é enviado somente aos judeus» Como Jeremias, também Jesus foi mal recebido pelos seus, e, deixando Nazaré, a terra “onde Se tinha criado”, partiu para outros lugares, onde a palavra de Deus pudesse encontrar quem melhor a escutasse. Deus liga-Se a determinadas circunstâncias humanas e temporais; mas a sua Palavra vem ao mundo para ser levada até aos confins da Terra. Ela não veio para dividir, mas para unir; dividir, só a verdade do erro, o bem do mal, a luz das trevas, porque Deus é Luz. Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas Naquele tempo, Jesus começou a falar na sinagoga de Nazaré, dizendo: Ler mais [...]

Comunicação e Misericórdia: um encontro fecundo

Mensagem do Papa Francisco para o Dia Mundial dos Meios de Comunicação Social Queridos irmãos e irmãs! O Ano Santo da Misericórdia convida-nos a refletir sobre a relação entre a comunicação e a misericórdia. Com efeito a Igreja unida a Cristo, encarnação viva de Deus Misericordioso, é chamada a viver a misericórdia como traço característico de todo o seu ser e agir. Aquilo que dizemos e o modo como o dizemos, cada palavra e cada gesto deveria poder expressar a compaixão, a ternura e o perdão de Deus para todos. O amor, por sua natureza, é comunicação: leva a abrir-se, não se isolando. E se o nosso coração e os nossos gestos forem animados pela caridade, pelo amor divino, Ler mais [...]

Liturgia – Domingo III do Tempo Comum 24/01/16

EVANGELHO Lucas 1, 1-4; 4, 14-21 «Cumpriu-se hoje esta passagem da Escritura» Esta leitura começa com a introdução em que o evangelista expõe o método que seguiu para se informar sobre o Evangelho que vai escrever, e faz a dedicatória do mesmo a um tal Teófilo, nome que significa “Amigo de Deus”. Depois, começa a sua narração, referindo o princípio do ministério público de Jesus. A cena passa-se na sinagoga de Nazaré, numa celebração de Sábado. É digno de nota este facto: Jesus inicia o seu ministério numa celebração, e nela Se apresenta como sendo Aquele a quem a leitura se refere. De facto, o Senhor é Aquele a quem toda a Sagrada Escritura se refere e Aquele Ler mais [...]