Santo Ildefonso

Santo Ildefonso nasceu, numa família ilustre, no ano de 605 e morreu a 23 de Janeiro de 667. Sobrinho de Santo Eugénio, a quem sucedeu na Sé de Toledo, Santo Ildefonso escolheu a vida religiosa muito cedo, apesar da oposição do seu pai. Estudou no mosteiro de Agali, perto de Toledo, e depois em Sevilha, onde teve como mestre Santo Isidoro. Quando era ainda um simples monge fundou um mosteiro de monjas em Deibiensi villula . Em 630 foi ordenado diácono por Heládio, abade de Agali, e posteriormente nomeado arcebispo de Toledo. Santo Ildefonso tornou-se abade de Agali e nessa qualidade foi um dos signatários do VIII (653) e IX (655) Concílios de Toledo. Nomeado arcebispo de Toledo em 657, pelo rei Recesvindo, ocupou este cargo eclesiástico até à sua morte, em 23 de Janeiro de 667, tendo sido enterrado na Basílica de Santa Leocádia. Para além destes dados autênticos sobre a sua vida, escritos pelo próprio Santo Ildefonso ou pelo seu sucessor, o arcebispo Juliano, numa breve nota biográfica que acrescentou à De viris illustribus , de Santo Ildefonso, existem alguns episódios sobre a sua vida de duvidosa veracidade. Assim, no fim do século VIII, o arcebispo de Toledo, Cixila, relata dois episódios maravilhosos, dos quais um tem sido amplamente ligado à vida de Santo Ildefonso por poetas e artistas. Neste episódio se narra que Santo Ildefonso estava a rezar perante as relíquias de Santa Leocádia, quando a santa mártir se levantou do túmulo e lhe agradeceu a sua devoção à mãe de Deus. Numa outra ocasião terá aparecido a Virgem Maria a Santo Ildefonso que o presenteou com uma veste de sacerdote para o recompensar da sua devoção. Os trabalhos de Santo Ildefonso merecem um lugar de destaque na literatura espanhola. Divididos em quatro partes, os seus escritos compreendem, na primeira, seis tratados, dos quais apenas dois ainda existem, o tratado De virginitate perpetu sanctae Mariae adversus tres infideles e o tratado em dois livros Annotationes de cognitione baptismie Liber de itinere deserti, quo itur post baptismum ; a segunda inclui a sua correspondência; da terceira fazem parte missas e sermões; e na quarta, opuscula , em prosa e verso, especialmente epitáfios.

ORAÇÃO A SANTO ILDEFONSO

Ao vosso amparo e protecção
nos acolhemos, Santo Ildefonso
e suplicamos a vossa intercessão.
Alcançai-nos o dom de uma vida
que seja testemunho de Jesus Cristo
e avivai em nós o desejo de crescermos na fé.
Abençoai as crianças e os jovens,
os adultos e os idosos.
Intercedei pelos doentes
e pelos que vivem sozinhos e abandonados.
Confortai os tristes e os aflitos
e encaminhai os errantes.
Fazei regressar os que andam perdidos
pela indiferença e pelo pecado.
Reconciliai os casais e
iluminai os seus caminhos.
Santo Ildefonso,
nós vos pedimos o dom da fortaleza
para vencer as dificuldades que nos rodeiam.
A vós, filho dedicado de Maria,
pedimos a vossa intercessão
e guiai os nossos passos
pelo caminho da eternidade. Ámen.
Pai Nosso…
Ave Maria…

Informações sobre esta paróquia na cidade do Porto.